17 Esboço Missões: Guia Completo para Planejamento e Execução

Neste guia, vamos te mostrar como criar 17 esboços de missões eficazes. Vai aprender do início ao fim.
Redator

Por: Lisandra

Redatora Cuca de Crente

17/06/2024

X

Neste guia, vamos te mostrar como criar 17 Esboço missões eficazes. Vai aprender do início ao fim, como fazer sermões e mensagens de alto impacto sobre missões na igreja. Oferecemos um guia passo a passo para você planejar e realizar cultos marcantes. Eles vão abordar a importância das missões.

O esboço missões abordam muitos tópicos. Incluem o chamado missionário, o impacto das missões e a responsabilidade dos cristãos. Há também histórias inspiradoras. Eles ajudam a motivar sua igreja para cumprir a missão de Jesus.

17 Esboço Missões

Aqui você encontra 17 esboço missões para usar. Eles tratam de vários temas sobre esboço missões. Tem desde o que são missões até como aplicá-las na igreja. Cada esboço tem título, versículos-chave e sugestões para facilitar sua preparação.

Você ainda terá dicas de como fazer esses esboços se encaixarem em sua igreja. Isso faz suas pregações sobre missões serem mais relevantes e eficazes. Ensinará o jeito certo de adaptar os esboços ao seu grupo. Prepare-se para aumentar o interesse e a paixão da sua igreja pelas missões. Com esses 17 esboço missões, você terá material para começar. Veja também as pregações para iniciantes

Pregação 1: O Chamado Missionário de Abraão

Introdução:

Abraão é conhecido como o pai da fé, mas ele também foi um grande missionário. Deus o chamou para sair de sua terra e ir para uma terra desconhecida. Esse chamado não era apenas para ele, mas para todas as nações que seriam abençoadas por meio dele.

Meio:

  • Gênesis 12:1-3: “Ora, o Senhor disse a Abrão: Sai-te da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei. E farei de ti uma grande nação, e abençoar-te-ei, e engrandecerei o teu nome; e tu serás uma bênção. E abençoarei os que te abençoarem, e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; e em ti serão benditas todas as famílias da terra.”
  • A resposta de Abraão: Ele obedeceu e seguiu o chamado de Deus, confiando nas promessas que lhe foram feitas.
  • Missão transcultural: Abraão deixou sua cultura e se tornou uma bênção para outras nações, exemplificando o coração missionário de Deus para todas as etnias.

Conclusão:

Abraão nos mostra que o chamado missionário envolve deixar o conhecido e confiar em Deus para ser uma bênção para os outros. Devemos estar dispostos a seguir esse chamado e impactar o mundo com o amor de Cristo.

Pregação 2: A Missão de Moisés no Egito

Introdução:

Moisés foi chamado por Deus para libertar o povo de Israel da escravidão no Egito. Sua missão foi um ato poderoso de redenção e demonstração do poder de Deus.

Meio:

  • Êxodo 3:10: “Agora, pois, vem, e eu te enviarei a Faraó, para que tires do Egito o meu povo, os filhos de Israel.”
  • A obediência relutante de Moisés: Inicialmente, Moisés hesitou, mas finalmente aceitou o chamado e se tornou o líder que Deus queria.
  • Sinais e maravilhas: Deus realizou milagres através de Moisés para convencer Faraó e libertar o povo, mostrando que missões envolvem a manifestação do poder divino.

Conclusão:

A missão de Moisés nos ensina que, mesmo quando nos sentimos inadequados, Deus nos capacita e nos usa para cumprir Seus propósitos. Devemos confiar em Sua provisão e poder.

Pregação 3: A Missão de Jonas para Nínive

Introdução:

Jonas foi um profeta relutante que Deus enviou para pregar arrependimento à cidade de Nínive, uma cidade conhecida por sua maldade.

Meio:

  • Jonas 1:2: “Levanta-te, vai à grande cidade de Nínive, e clama contra ela, porque a sua malícia subiu até à minha presença.”
  • Fuga e correção: Jonas tentou fugir de Deus, mas acabou sendo engolido por um grande peixe. Após sua oração e arrependimento, ele foi levado a Nínive.
  • Mensagem de arrependimento: Jonas pregou e a cidade se arrependeu, mostrando que Deus deseja a redenção de todas as nações.

Conclusão:

A história de Jonas nos lembra que não podemos fugir do chamado de Deus. Ele deseja que todos se arrependam e conheçam Sua misericórdia. Devemos ser fiéis em compartilhar essa mensagem.

Pregação 4: A Grande Comissão de Jesus

Introdução:

Antes de sua ascensão, Jesus deu aos seus discípulos uma ordem clara e direta: fazer discípulos de todas as nações. Este é o coração das missões cristãs.

Meio:

  • Mateus 28:19-20: “Portanto, ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos.”
  • Ensinamento e batismo: A missão envolve ensinar as pessoas a obedecerem a Jesus e batizá-las como um sinal de sua nova vida em Cristo.
  • Presença contínua: Jesus promete estar conosco, o que nos dá coragem e força para cumprir essa missão.

Conclusão:

A Grande Comissão é a nossa missão. Devemos ir, ensinar, batizar e confiar que Jesus está sempre conosco. Esta é a nossa maior responsabilidade como cristãos.

Pregação 5: Paulo e a Missão aos Gentios

Introdução:

Paulo, originalmente um perseguidor da igreja, foi transformado por Deus e se tornou um dos maiores missionários da história, focando-se nos gentios.

Meio:

  • Atos 9:15: “Mas o Senhor disse-lhe: Vai, porque este é para mim um vaso escolhido, para levar o meu nome diante dos gentios, e dos reis, e dos filhos de Israel.”
  • Conversão e chamado: A dramática conversão de Paulo e seu chamado específico para pregar aos gentios.
  • Viagens missionárias: Paulo realizou várias viagens, plantando igrejas e discipulando novos crentes, mostrando a importância de expandir o evangelho para além das fronteiras culturais.

Conclusão:

Paulo nos ensina que Deus pode usar qualquer pessoa para Sua missão, independentemente de seu passado. Devemos estar dispostos a ser usados por Deus para alcançar aqueles que ainda não ouviram o evangelho.

Pregação 6: O Espírito Santo e as Missões

Introdução:

O derramamento do Espírito Santo no Pentecostes foi o início da missão global da igreja. Ele capacita os crentes para serem testemunhas em todo o mundo.

Meio:

  • Atos 1:8: “Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria, e até aos confins da terra.”
  • Capacitação divina: O Espírito Santo dá poder aos crentes para testemunhar com ousadia e eficácia.
  • Expansão do evangelho: Desde Jerusalém, o evangelho se espalhou por todo o mundo conhecido, mostrando o poder do Espírito em ação.

Conclusão:

O Espírito Santo é essencial para as missões. Devemos buscar Sua capacitação e direção para sermos testemunhas eficazes de Cristo em todas as nações.

Pregação 7: O Papel da Igreja nas Missões

Introdução:

A igreja é o corpo de Cristo na terra e tem a responsabilidade de continuar Sua obra, incluindo a missão de alcançar os perdidos.

Meio:

  • Efésios 3:10: “Para que agora, pela igreja, a multiforme sabedoria de Deus seja conhecida dos principados e potestades nos céus.”
  • Comunidade missionária: A igreja local deve ser um centro de treinamento e envio de missionários.
  • Suporte e oração: A igreja deve apoiar os missionários financeiramente e espiritualmente, sustentando-os em oração.

Conclusão:

A igreja é vital para o cumprimento da missão de Deus. Devemos ser uma comunidade que envia, apoia e ora por aqueles que levam o evangelho ao mundo.

Pregação 8: O Coração Missionário de Deus

Introdução:

Desde o início, o coração de Deus sempre foi para todas as nações. Ele deseja que todos os povos O conheçam e O adorem.

Meio:

  • Salmos 67:1-2: “Deus tenha misericórdia de nós e nos abençoe; e faça resplandecer o seu rosto sobre nós; para que se conheça na terra o teu caminho, e entre todas as nações a tua salvação.”
  • Promessa de bênção: Deus abençoa Seu povo para que possam ser uma bênção para os outros.
  • Adoração global: O objetivo final das missões é que todas as nações adorem a Deus.

Conclusão:

Devemos alinhar nosso coração com o de Deus e desejar que todas as nações O conheçam. Nossa missão é levar essa mensagem de salvação ao mundo inteiro.

Pregação 9: A Missão de Ester

Introdução:

Ester, uma rainha judia na Pérsia, arriscou sua vida para salvar seu povo, mostrando coragem e fé em tempos difíceis.

Meio:

  • Ester 4:14: “Porque, se de todo te calares agora, de outra parte se levantará para os judeus socorro e livramento, mas tu e a casa de teu pai perecereis; e quem sabe se para tal tempo como este chegaste a este reino?”
  • Coragem em ação: Ester aceitou seu chamado e agiu com coragem para salvar seu povo.
  • Intercessão: Sua oração e jejum foram fundamentais para o sucesso de sua missão.

Conclusão:

Ester nos ensina que Deus nos coloca em posições estratégicas para cumprir Sua missão. Devemos ser corajosos e agir em fé, confiando que Ele nos usará para Sua glória.

Pregação 10: A Missão de Neemias

Introdução:

Neemias sentiu um fardo pelo estado de Jerusalém e liderou a reconstrução dos muros da cidade, mostrando liderança e dedicação à missão de Deus.

Meio:

  • Neemias 2:17: “Então lhes disse eu: Bem vedes vós a miséria em que estamos, como Jerusalém está assolada, e as suas portas queimadas a fogo; vinde, pois, e reedifiquemos o muro de Jerusalém, e não sejamos mais opróbrio.”
  • Oração e planejamento: Neemias começou sua missão com oração fervorosa e um plano estratégico.
  • Trabalho em equipe: Ele motivou o povo a trabalhar juntos, mostrando que a missão de Deus é um esforço coletivo.

Conclusão:

A missão de Neemias nos ensina a importância da oração, planejamento e trabalho em equipe na obra de Deus. Devemos ser líderes dedicados e inspirar outros a se unirem à missão.

Pregação 11: A Missão de José no Egito

Introdução:

José foi vendido como escravo por seus irmãos e acabou no Egito, onde Deus o usou para salvar muitas vidas durante uma grande fome.

Meio:

  • Gênesis 50:20: “Vós bem intentastes mal contra mim; porém Deus o intentou para bem, para fazer como se vê neste dia, para conservar em vida um povo grande.”
  • Providência divina: Deus usou as circunstâncias adversas na vida de José para cumprir Seu propósito maior.
  • Perdão e reconciliação: José perdoou seus irmãos, mostrando que a missão de Deus envolve a reconciliação e redenção.

Conclusão:

A história de José nos lembra que Deus pode transformar situações difíceis para cumprir Sua missão. Devemos confiar em Sua providência e ser agentes de perdão e reconciliação.

Pregação 12: A Missão de Filipe e o Eunuco Etíope

Introdução:

Filipe foi dirigido pelo Espírito Santo para pregar o evangelho a um eunuco etíope, mostrando a importância de estar sensível à direção de Deus.

Meio:

  • Atos 8:29-31: “E disse o Espírito a Filipe: Chega-te e ajunta-te a esse carro. E, correndo Filipe, ouviu que lia o profeta Isaías, e disse: Entendes tu o que lês? E ele disse: Como poderei entender, se alguém não me ensinar?”
  • Obediência ao Espírito: Filipe obedeceu prontamente à direção do Espírito e explicou as Escrituras ao eunuco.
  • Batismo e alegria: O eunuco foi batizado e seguiu seu caminho cheio de alegria, mostrando o impacto transformador do evangelho.

Conclusão:

Devemos estar atentos à direção do Espírito Santo e prontos para compartilhar o evangelho em qualquer oportunidade. Deus nos usa para levar alegria e salvação a outros.

Pregação 13: A Missão de Pedro para os Gentios

Introdução:

Pedro, inicialmente focado nos judeus, recebeu uma visão de Deus que o levou a pregar o evangelho a Cornélio, um gentio, mostrando a abertura do evangelho para todas as nações.

Meio:

  • Atos 10:34-35: “E, abrindo Pedro a boca, disse: Reconheço por verdade que Deus não faz acepção de pessoas; mas que lhe é agradável aquele que, em qualquer nação, o teme e faz o que é justo.”
  • Visão e revelação: Deus revelou a Pedro que o evangelho é para todos, não apenas para os judeus.
  • Conversão de Cornélio: A pregação de Pedro levou Cornélio e sua casa à fé em Cristo e ao batismo no Espírito Santo.

Conclusão:

A missão de Pedro nos lembra que o evangelho é para todas as nações e culturas. Devemos estar abertos a alcançar todos, sem preconceito, e compartilhar a mensagem de Cristo.

Pregação 14: A Missão de Barnabé e Paulo em Antioquia

Introdução:

Barnabé e Paulo foram enviados pela igreja de Antioquia para pregar o evangelho, mostrando a importância do envio missionário pela igreja local.

Meio:

  • Atos 13:2-3: “E, servindo eles ao Senhor e jejuando, disse o Espírito Santo: Separai-me a Barnabé e a Saulo para a obra a que os tenho chamado. Então, jejuando e orando, e pondo sobre eles as mãos, os despediram.”
  • Envio pelo Espírito: O Espírito Santo dirigiu a igreja a enviar Barnabé e Paulo para a missão.
  • Estabelecimento de igrejas: Eles plantaram igrejas e discipularam novos crentes em várias cidades, expandindo o reino de Deus.

Conclusão:

Barnabé e Paulo nos ensinam a importância de ouvir a direção do Espírito Santo e de sermos enviados pela igreja local. Devemos apoiar e enviar missionários para expandir o evangelho.

Pregação 15: A Missão de Timóteo e o Discipulado

Introdução:

Timóteo foi um jovem discípulo de Paulo que foi enviado para fortalecer igrejas e continuar a obra missionária, mostrando a importância do discipulado na missão.

Meio:

  • 2 Timóteo 2:2: “E o que de mim ouviste de muitas testemunhas, confia-o a homens fiéis, que sejam idôneos para também ensinarem os outros.”
  • Discipulado intencional: Paulo discipulou Timóteo e o preparou para continuar a missão.
  • Multiplicação de líderes: Timóteo, por sua vez, discipulou outros, criando uma rede de líderes missionários.

Conclusão:

A missão de Timóteo nos mostra a importância do discipulado e da multiplicação de líderes. Devemos investir em outros e equipá-los para continuar a obra de Deus.

Pregação 16: A Missão de Tito em Creta

Introdução:

Tito foi enviado por Paulo para organizar e fortalecer as igrejas em Creta, mostrando a importância da liderança sólida na missão.

Meio:

  • Tito 1:5: “Por esta causa te deixei em Creta, para que pusesses em boa ordem as coisas que ainda restam, e de cidade em cidade estabelecesses presbíteros, como já te mandei.”
  • Estabelecimento de liderança: Tito foi encarregado de estabelecer líderes e organizar as igrejas.
  • Ensinamento e correção: Ele também ensinou e corrigiu os crentes, garantindo que permanecessem na fé.

Conclusão:

A missão de Tito nos ensina a importância de uma liderança forte e bem organizada na missão de Deus. Devemos ser líderes comprometidos e capacitar outros para liderar.

Pregação 17: A Missão de Apolo e a Pregação

Introdução:

Apolo era um eloquente pregador que ensinava com fervor, mostrando a importância da pregação eficaz na missão de Deus.

Meio:

  • Atos 18:24-25: “E chegou a Éfeso um judeu chamado Apolo, natural de Alexandria, homem eloquente e poderoso nas Escrituras. Este era instruído no caminho do Senhor e, fervoroso de espírito, falava e ensinava diligentemente as coisas do Senhor, conhecendo somente o batismo de João.”
  • Eloquência e conhecimento: Apolo usou suas habilidades de pregação para ensinar eficazmente.
  • Disposição para aprender: Ele foi instruído mais plenamente por Priscila e Áquila, mostrando a importância de estar aberto ao crescimento.

Conclusão:

Apolo nos ensina que a pregação eficaz é crucial para a missão de Deus. Devemos usar nossos dons e buscar crescimento contínuo para impactar outros com a mensagem do evangelho.

Estudo sobre missões

Antes de criar seus esboço missões, é bom entender bastante sobre missões. Este estudo vai explicar o que são missões, sua história e por que são importantes. Saber disso tudo ajuda a fazer sermões para culto de missões que sejam poderosos e cheios de verdade bíblica.

Você vai saber mais sobre as missões e a missão dos cristãos. Deus nos chamou para compartilhar o Evangelho e ajudar os outros, perto e longe. Entender essa responsabilidade é essencial para preparar sermão para culto de missões que realmente toquem as pessoas de sua igreja. Estudar sobre missões vai dar a você uma base ótima. Isso vai ajudar a fazer esboços de pregação sobre missões cheios de ensinamentos importantes. Você vai explorar o que Jesus ensinou e textos principais, tudo para preparar sermões impactantes sobre esse tema vital.

No fim, você estará pronto para fazer esboço missões incríveis. Com esse conhecimento, suas mensagens serão cheias de poder e incentivarão a igreja a fazer a diferença no mundo.

O que é missões?

Missões são a missão divina dada aos cristãos por Deus. Eles devem compartilhar a mensagem do Evangelho e ajudar o próximo. Isso vale tanto localmente como em todo mundo. Atividades missionárias são, por exemplo, evangelização e ajuda social. Para preparar boas missões pregação e mensagem sobre missões, é fundamental entender o que são as missões.

Participar de missões significa atender ao chamado de Deus. Ele quer que Sua palavra seja conhecida em todas as partes. Isso pode ser feito de várias formas. Alguns vão em viagens missionárias, outros contribuem financeiramente ou oram. Cada cristão tem um papel essencial. Compreender a importância das missões ajuda a inspirar a congregação com boas mensagens de pregação.

O que pregar sobre missões?

Quando prepara seu esboço de pregação para culto de missões, fale sobre temas inspiradores. Você pode mencionar a ordem de Jesus para pregar, histórias de missionários da Bíblia e como os cristãos devem participar das missões. Inclua maneiras práticas de se envolver e histórias que inspiram.

Um bom sermão sobre missões atinge as pessoas no coração. Deixe claro como a Bíblia motiva a missão e mostre oportunidades reais de servir. Dessa forma, sua igreja será motivada a fazer a diferença globalmente.

Quando fala de missões, destaque a urgência de cumprir a ordem de Jesus. Mostre casos de cristãos que decidiram servir em lugares distantes. Suas histórias ilustram o impacto transformador que a missão pode ter. Incentive sua igreja a ser parte do plano de Deus, indo, enviando ou orando.

Qual o melhor versículo para missões?

A Bíblia tem muitos versículos inspiradores sobre missões. Alguns exemplos conhecidos são Mateus 28:19-20 e Atos 1:8. Eles falam sobre a importância de espalhar a palavra de Deus. Use-os em seus sermões para motivar sua igreja.

Outro versículo crucial é Romanos 10:14-15. Ele destaca como são necessárias pessoas para compartilhar o Evangelho. Além disso, Isaías 6:8 mostra o chamado de um homem para essa tarefa. Todos esses versículos são fundamentais para quem deseja falar sobre missões.

O que Jesus ensinou sobre as missões?

Jesus nos ensinou que esboço missões são muito importantes. Ele nos mostrou como devemos agir. Por exemplo, ele falou para termos compaixão pelos que estão perdidos. Jesus também disse para orarmos pelos que trabalham nessas missões. Ele nos deu uma missão: ir e fazer novos seguidores por todo o mundo.

Nós aprendemos com Jesus que devemos buscar, em primeiro lugar, o Reino de Deus. Ensinando essas coisas, Jesus nos motivou a seguir suas palavras com paixão.

Quais as três formas de fazer missões?

Ao criar seus esboços missões, é bom saber que existem três jeitos principais de ajudar. Essas formas são importantes para levar a palavra de Deus de maneira eficaz. Estas formas inspiram os cristãos a participarem das missões pregação de forma efetiva e duradoura. A primeira jeito é Ir – participar de viagens ou trabalhar em novas igrejas. Desta forma, os cristãos experimentam a missão de perto. Fica mais fácil ver as necessidades do local.

A segunda maneira é Enviar – ajudar financeiramente e com orações os missionários. Isso é vital. Pois assim, os missionários têm o suporte que precisam para continuar espalhando o Evangelho. Por fim, a terceira maneira é Orar. Isso inclui orações por necessidades de missão, lugares onde o Evangelho não chegou, e pelos missionários. A oração é essencial para o sucesso do trabalho missionário.

Mostrar esses três pilares em seus esboços missões ajuda muito. Assim, sua igreja se envolverá ativamente nas missões. Isso ajuda a cumprir a Grande Comissão de Cristo.

Esboço missões

Qual o versículo de atos que fala de missões?

Um dos pontos de destaque em Atos fala sobre missões. É Atos 1:8: “Mas recebereis poder quando o Espírito Santo descer sobre vós. E sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém, como em toda a Judeia e Samaria, e até aos confins da terra.”

Essa frase ressalta a promessa do poder do Espírito Santo. E também nos chama a ser testemunhas de Jesus em todo lugar. Use esse versículo e outros em seus esboços de pregação para culto de missões. Isso vai motivar sua igreja a cumprir a missão que Jesus nos deu.

Quando você ensina isso, traz clareza sobre a visão de Deus para as missões. Os trechos da Bíblia vão ser uma base forte para suas mensagens. Eles vão desafiar sua igreja a anunciar Cristo, aqui e pelo mundo. É fundamental lembrar que o Espírito Santo dá o poder. Falar da promessa em Atos 1:8 vai incentivar sua igreja a buscar mais do Espírito. Assim, eles se tornarão testemunhas dedicadas de Jesus.

Banner grupo WPP
Redator Lisandra Silva

Redatora na empresa Cuca de Crente, fornecendo conhecimento e direcionamento espiritual, análises aprofundadas e orientações práticas. Contribuindo para a expansão do site Cuca de Crente.

Ver todos os posts

Compartilhe:

Conteúdo Relacionado

esboço sobre ana

Esboço sobre Ana: Fé, Perseverança e Milagre

12/07/2024
pregação sobre fé

17 Melhores esboços de pregação sobre fé

12/07/2024
Esboço de pregação para Culto de Ceia

Esboço de Pregação para Culto de Ceia: Guia Completo para uma Ministração Impactante

10/07/2024
Identidade em Cristo

Identidade em Cristo: Descubra a partir de ensinamentos bíblicos

08/07/2024
Esboço de pregação expositiva

10 Esboço de Pregação Expositiva: Guia Completo para Criar Sermões Poderosos

05/07/2024
história de Zaqueu

História de Zaqueu na Bíblia: Estudo completo da vida do publicano

04/07/2024
todas as coisas cooperam para o bem

Todas as coisas cooperam para o bem versículo com explicação

03/07/2024
estudo sobre o salmo 91

Estudo Sobre o Salmo 91: Significado, Interpretação e Aplicações Práticas

03/07/2024
família projeto de Deus

Família projeto de Deus com reflexão da Bíblia

02/07/2024
desenhos de Jesus

Desenho de Jesus para desenhar no caderno: 57 Ideias para ilustrar

01/07/2024
Política de Privacidade | Termos de Uso

Copyright 2024 - Todos os direitos reservados

Razão social: Public online marketing digital LTDA, com sede na R. Ambrosina do Carmo Buonaguide, 250 – Centro - SP, 07700-135, CNPJ 13.202.412/0001-56.